quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

O Maior Inimigo da Igreja


O maior inimigo da igreja não é o diabo. Este já foi derrotado na cruz do calvário.
O maior inimigo da igreja não é o mundo. Embora jaz do maligno, sua influência é anulada na novidade de vida em Cristo.
O maior inimigo da igreja é o cristão que de Cristo só tem no nome. Estes, nos tempos modernos são maioria. Levados por interesses próprios e falta de amor ao próximo, pensam em quantidade e na grandeza do ministério. Esquecem-se de pessoas e idolatram o status que o título de "povo de Deus" carrega. Ao invés de ajuntar, espalham com sua arrogância e acusações aqueles que não se encaixam em seu modo de vida elitizado. No fim, a igreja perde seu propósito de unidade e comunhão e se transforma num clube de regras e falsas vidas perfeitas.

Perceba que não digo sobre o maior inimigo do Cristão, pois este certamente é seu ego. Tal qual faz que muitas vezes quem começou humilde como Cristo se torne um cristão de nome, que não cumpre o principal mandamento de seu Mestre. Mas, o maior inimigo da igreja, são sim estes cristãos que perderam o brilho de Cristo, pois fazem a igreja não ser mais igreja.

O evangelho de João no capítulo 5 nos diz que o Pai poda aqueles galhos da videira que não dão fruto e os jogam no fogo. Alguns interpretam este texto como ímpios que são jogados no inferno. Eu não creio nisso. Jesus é mais enfático quando fala do inferno, e nos alerta que há choro e ranger de dentes. Neste caso, simplesmente fala sobre ramnos que não servem, secam e são jogados no fogo. Estes ramos também são parte da videira (salvos, talvez?), mas, não servem. Não dão frutos. Precisam ser jogados fora. Creio que este fogo é a consequência de simplesmente não estarem mais unidos com a Videira, ainda que achem que estão. Estão sujeitos às consequências da vida, pois não estão mais unidos com Cristo, e sem Ele nada podem fazer. Eu creio que estes ramos inúteis são nossos líderes, que perderam seu amor.

Pai, o Senhor diz em sua Palavra que tira os ramos que não dão frutos para dar lugar aos que frutificam. Por favor, apressa-te em retirar estes galhos inúteis, pois estão sufocando e matando os bons ramos! O sistema institucional que chamamos Igreja está falido porque se desviou do verdadeiro evangelhos e não consigo ver mais saída. Salva Jesus, então, sua igreja (sim, com letra minúscula), porque é o único que pode. Ora, sem ti, nada podemos fazer (João 5).