quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

A Formiguinha corta a folha e carrega...

Em 09/12/09 estava na rua de manhã, sentado, esperando um ônibus, quando notei bem ao meu lado uma formiguinha, com um pedaçinho de folha, que era maior que ela em umas 4 ou 5 vezes.
Eu estava sentado em um degrau, e aquela formiguinha se esforçando para carregar aquele pedaçinho de folha se deparou com o degrau, totalmente íngrine para ela!
Bem, ela com muita coragem começou a tentar subir pelo degrau que para nós era pequeno, mas pra ela, como uma montanha!
Eu percebi o quanto ela estava com dificuldades para segurar aquele pedaço de folha ao mesmo tempo que subia o degrau...
Eu poderia facilmente ajudá-la, já que não seria peso nenhum para mim. Não obstante, o que aconteceria?
A formiguinha, nossa tão inspiradora personagem, se sentiria confusa, com medo, apavorada, largaria seu trabalho e correria, iria esquecer-se de sua grandiosa tarefa...
Com toda certeza, minha ajuda não serviria de nada a ela.
Um ser maior que ela (na concepção da formiga) tomando-a com sua carga e levando-a ao seu lugar de destino não é o que deveria acontecer.
Estava ventando um pouco, bem leve para mim, mas forte para uma pequenina formiguinha com um pedaçinho de folha nas costas.
E o vento a atrapalhava muito, mas não interferi rompendo o vento...
Logo, ela caiu!
Oh! Eu pensei... Ela desistirá agora!
Contudo, ela não largou o seu fardo, continuou...

O quê? Ela prosseguiu!?
Sim!

Ela procurou calmamente o degrau e tentou a escalada novamente...
Que intrepidez, que força de vontade!
Ela foi subindo e como estava entretido n'ela, não havia percebido que existiam possíveis amiguinhas de sua espécie também carregando outros tipos de objetos degradáveis como micro-pedaços de flores etc.
Contudo, não eram tão grandes quanto o que a nossa personagem principal carregava.
Pude notar que a formiguinha estava subindo verticalmente desta vez, e procurando um boa estragégia para vencer seu poderoso obstáculo (o degrau), que era bem maior do que ela.

Finalmente ela chegou ao topo da escalada!
Ah, que alívio, neste momento um sorriso se abriu em meus lábios, não sei bem ao certo porquê, afinal, o ser humano geralmente não tem muito prazer no sucesso dos outros.
Logo o ônibus que eu estava esperando apareceu, e eu nem havia percebido.
Corri, e fui pensando nela, a formiguinha corajosa, e em algumas canções que particulamente gosto.

Com isso, espero que possa extrair lições para sua vida.
A reflexão, pausada e sensível, sempre nos auxilia em momentos quaisquer.

Sugestão de leitura: Provérbios 06:06
Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, olha para os seus caminhos, e sê sábio.
Por favor reflita...
Sugestão de canção: Na unção de Deus por Elaine de Jesus.
Música no Youtube

Deus te abençoe.